Pesquisar neste blog

quarta-feira, 28 de novembro de 2018


"O homem é aquilo que ele faz ao fazer as coisas."


Resultado de imagem para homem com machado

O que e como você tem feito as suas coisas?

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

Deuteronômio 8: respostas de Deus


O Pedro e eu estamos buscando uma reposta específica de Deus e no culto de domingo em meio as minhas lágrimas ao ouvir, a resposta final positiva veio em forma de deuteronômio 8:

É promessa, aceite, mas não esqueça e cumpra os meus mandamentos...

para não esquecer de lembrar, esse post vai aqui ficar e em breve com mais detalhe eu conto! 

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Reflexões


Felicidade mesmo é após quatro meses, finalizar um artigo e mais felicidade ainda é enviá-lo e ver que naquele dia que você tudo para fazer o dia do concurso foi mudado, meu Deus que lindeza que foi essa?


Obrigada!



quinta-feira, 8 de novembro de 2018

Sou flor

Resultado de imagem para sou flor



Pareço couve, mas sou flor!
Mesmo que às vezes eu não exale cheirinho, aqui dentro tem uma florzinha pronta para crescer...


Viva poesia que voltou e que me faz viver.

Flor


Esse Deus que me faz florir, crescer e rever que flores são mais eu em você!


Resultado de imagem para sou flor

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Para o eu de 11 anos atrás


Se eu encontrasse com o EU de 11 anos atrás eu diria:


Ei Aline, sou eu mesma vim do futuro para dizer que todo esse esforço e oração vai valer a pena, Deus na sua misericórdia vai conceder o que você mais deseja. Continue estudando horas a fio, largando prazeres e trocando amizades, foque mesmo como está fazendo na biblioteca municipal e quando entrar na faculdade continue mesmo nesse ritmo. Você irá passar no vestibular, irá fazer o curso da melhor maneira possível, irá ter vários concursos para escolher, mas sabe de uma coisa? Queria te dizer que seus planos vão mudar, a sua prioridade e o seu sonho de vida ficará muito muuuuuuuuuito maior, mas para isso, você precisa continuar desse jeito que está.
Resultado de imagem para espelho reflexoSabe o seu erro nesse momento é se relacionar com quem não deve, faz assim, vire amigo do seu relacionamento e tudo certo, ainda há tempo, sem muitas raízes você consegue acabar de forma mais tranquila? Não consegue? Lá na frente, quando terminar a faculdade você vai desejar casar, acredite você vai mesmo e então você começa a pensar sobre isso que tal? Tudo que vier agora será sofrimento e marcas fecundas.
Continue sendo amiga desse seu amigo de trabalho, você nunca mais verá ele na vida e um outro surgirá, mas vocês estarão em momentos tão diferentes que o bom mesmo é você curtir cada momento. Sabe o que eu descobri? Que tudo na vida é feito de ciclos, tudo tem fim aaaah e aproveite sua mãe, você não vai acreditar, mas você sentirá falta do bolo e do pão dela.
Tente convencer sua irmã sem brigar com ela tá? Eu sei que você vai insistir, mas não é o momento de brigas, ela não vai te ouvir. Sabe aquele dom de percepção que Deus te deu? Não conte muito dele não, as pessoas só acreditam vendo e elas verão, mas vai demorar muitos e muitos anos.
Antes de dizer Adeus para algumas pessoas, crie um vínculo com os relacionados, queira marcar presença, isso é tão fácil. No futuro você aprendeu a elogiar, presentear e agradar...Tudo bem que às vezes você teima em não fazer.
Sabe aquela casa de domingo que você rejeita? Tente ir lá um pouquinho, você vai gostar e também vão gostar por você! E quando for aquele dia de batismo seja cortês, educada e cordial com as visitas que aparecerão na igreja.
Fuja de qualquer pessoa que parecer igual a você, acredite  você não está pronta para gostar disso...Se prepare para alçar novos vôos e ir para uma nova igreja é lá que estará o marido que você hoje, diz que não quer. Daqui eu te digo que o que você hoje teima em não querer é um filho...Mas quem sabe o outro futuro dirá que isso também é bobagem?
Por fim, seja muito amiga, mas não namorada tá? Vai ser difícil, mas aguente firme, o adeus é mais dolorido com o "não quero namorar agora".

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Fisioterapia


Resultado de imagem para fisioterapiaEu que pela primeira vez recebi do médico a necessidade de frequentar um fisioterapeuta...pego-me dando aula para o curso de fisioterapia, é ou não é um encontro previsto?


Poesia


Formas de amar: aprendendo com crianças: 62



Hoje, eu pude enfim postar sobre uma despedida que tive há alguns meses. Em 2015, conheci a cidade de Garça/SP como funcionária pública daquele espaço que em 2014, foi palco do início do meu namoro com o Pedro.

Tirada por mim em 2018


Durante três anos a Garça/SP, foi meu refúgio e a via todos os dias. Em 2017, tive a oportunidade de permanecer nesse espaço das 6h30 às 17h e em alguns dias se estendia para às 20h. Essa foi minha vida, entre trancos, alegrias, caronas, conheci Garça/SP do meu jeitinho e a vi como a cidade das pessoas que me receberam bem e se mostraram sempre humildades perante os seres humanos.
Foi em Garça/SP que conheci a Educação Infantil e vi que um maternal II, poderia ser lindo de se ver...





































Formas de amar: aprendendo com crianças 65 e 66



Diário de um casamento 5 e 6: doces

Eu posso dizer que nessa turbulência de intensidade me pego amando demais um ser humano, mais do que eu poderia imaginar...amando ao ponto de não me reconhecer. 
Hoje, venho postar o presente que ganhei no dia dos professores e em um dia comum, o primeiro abaixo, estava aqui na hora do almoço quando eu voltei do intervalo de um congresso da Unesp, almocei e depois de sobremesa tive esses deliciosos chocolates no dia 15/10/2018.




O abaixo, é um doce que gosto deeeeeeeeeeeeeemais, ele é o meu predileto e estava na geladeira quando cheguei de Adamantina, cidade em que fui na universidade ser banca avaliadora de trabalhos de alunos. Eu estava exausta, mas pude sorrir com esse gesto singular de amor!


sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Quem se importa?


Resultado de imagem para quem se importa
Antes eu tinha certeza absoluta de umas dezenas de pessoas que liam meus textos, hoje, já não tenho essa certeza, sei que há leitores porque os números de visitas aumentam, mas cogito que nenhum deles convivam comigo. Antes, meu amigo me via e conversava comigo o que havia lido aqui.
Cada dia estou mais distante das redes sociais pessoais minhas. Ando saindo por aí e voando sabe? Não sei bem quem sou, tornei-me alguém que na conquista do maior sonho da vida, passou a desejar algo que nunca foi desejado. Sabe, em algumas áreas eu estou tão satisfeita e plena, em outra eu desejo o futuro e em outras o passado. Neste presente me vejo sem me ver.

Quem sou eu? Onde estou? Para onde vou? Porque tudo isso?

Tenho sentido o peso de estar chegando aos 30, como diria a doce cantora sou velha para ser jovem e jovem para ser velha. Mudei os desejos, mudei as relações, mudei  a visão de vida, mas aqui dentro ainda jorra poesia misturada com dureza...a fortaleza tem se dissipado com  a poesia! Com poesia se dissipa a dureza, o problema é que há uma escassez de poetização....Eu me pego pensando no dia mais feliz que tive e me surpreendo com tamanha falta de ganhos, com tamanha falta de lucro...e me vejo com imensa presença de poesia, talvez seja por isso que essa minha memória o tenha registrado como o dia mais feliz! 

Não sei porque agora me lembrei que todas as vezes que minha mãe estava triste eu ficava também e como criança não suportava vê-la chorar.

Agora cá estou carregando um peso que não é meu, a insatisfação não é  imaginação, faz de conta, neurose, visão, ilusão....Ela é criada e poderia ser transformada. As mãos atadas e os pés descalços não é um problema somente daquela cantora!
As pernas estão no ar, e O. Montenegro teima em martelar novamente nessa mente velha! Eu sigo assim, sabendo que sem intensidade não se faz uma Aline, eu sigo calada para não ser taxada de louca, neurótica e desajuizada. Talvez o que esse tempo queira me dizer é mesmo isso, fique calada, qualquer manifestação será incompreensão. Sabe, há tanta mudança aqui e tanta falta de preocupação ali, há tanta mudança aqui e tanta gente que não se importa!
Que Deus me ensine a lidar com a indiferença quando eu só sei lidar com a intensidade, que eu não acredite que eu crio tudo isso, porque na verdade eu me reorganizo para não enlouquecer e assim prossigo, reinvento a dor, finjo que não é bem assim como eu estou vendo e pensando, choro um tanto, sorrio outros tantos....Penso, foco nos alvos e como dardo me arremesso...caio, erro o alvo, acerto..e assim prossigo...
Anda faltando empatia, anda sobrando pensamentos, procuro não dar asas para eles! Como será? O que se fazer?
São três décadas de experiência para começar a aceitar o que não merece, por um estúpido peso da idade. A metáfora da minha vida é a mais correta, ando levantando peso demais, além do que meu corpo aguenta e esse corpo anda dando resposta de que as coisas não andam assim como deveria....Pela primeira vez sinto vivendo outra vida que não é minha, gastando energia com o que não sou eu. Há uma onda de emoções, expressões, sentimentos guardados, eu paro assisto um filme, choro, coloco a bolsa de água quente na dor, oro, canto, e prossigo.
Prossigo até quando eu puder  romper com aquilo que não me representa mais. É difícil crescer, é difícil querer asas quando somente se tem falta de coragem para voar. Como.um pássaro com asas cortadas sou meio assim...Enquanto isso? A agenda corre a todo vapor, eu me reinvento, mudo, aprendo, tomo outra forma e quem se importa? Eu....e isso tem que bastar.
Resultado de imagem para água
Ninguém anda entendendo meu todo...Todo santo dia eu luto, com dores digo sim a minha rotina...Quem dera fosse só coisa de fisioterapia, eu arrasto a perna, pulo, salto, e para compensar um pouco eu me alongo. Não é ingratidão por todo o resto é surdez mesmo, não ando ouvindo nada de nada, eu tento ouvir, mas não se tem nada a falar.
Se reorganiza menina, você é água e se adapta a tudo...eu digo para mim mesma...
Mas quem se importa?
Quem?
Quem?
É tanta indecisão e os machistas dizem que tudo provém da TPM, uma forma de tirar dos ombros a culpa de ser incapaz de ser como antes...é...
Os pensamentos andam enrolados e eu só lamento tamanha tristeza!
Eclesiastes me consola dizendo que tudo tem seu tempo e eu derramo sal nesta terra...prossigo assim firme, conquistando aquilo que me faz melhor e maior! E isso me dá uma felicidade danada...