Pesquisar neste blog

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Eu enlouqueceria se...



Para dia de tristeza gigante em que a alma chora, recomendo  bíblia, crianças e louvores. 
Sinônimos das habitações de Deus.





Tudo posso não ter, exceto as habitações...parafraseando Vinícius de Moraes:



Nos piores momentos da minha vida 
eu poderia suportar, embora não sem dor 
que tivessem morrido todos os meus amores,
 que eu tivesse perdido tudo que possuo, 
mas enlouqueceria se não tivesse 
bíblia, crianças e louvores.






terça-feira, 23 de setembro de 2014

Formas de amar: aprendendo com as crianças: 38







Há cenas na minha história que parecem um roteiro escrito minuciosamente. Ontem, uma aluna escreveu um conto em que eu  era a princesa e queria uma maçã. Hoje, sem saber um aluno me levou uma maçã e disse:



-Professora é pra você...É do pé da minha casa, era a única que estava boa...Eu cortei com uma tesoura pra não estragar...



Ouvir isso é bonito não é mesmo? Mas essa cena tão bonita, constrangeu-me, a criança que me deu a maçã é a mesma que tem escassez de alimentos...Como conseguiu abrir mão do que mais precisa e entregar para o outro?  Você seria capaz de fazer isso?

De acordo com o dicionário on-line constranger significa "Circunstância vergonhosa; situação de completo embaraço; demonstração de timidez; encabulamento." e foi justamente o que me senti "embaraçada", senti como alguém que não merecia que não podia pegar aquela maçã...

Em II Cor. 5: 14 temos que "o amor de cristo nos constrange", a primeira vez que li um versículo que misturava amor e constrangimento eu não consegui compreender como essas duas palavras poderiam ser usadas juntas, mas hoje, eu compreendi que um ato de amor pode nos constranger.
Amor e constrangimento são palavras que agora fazem todo o sentido, ou seja, o amor pode sim nos embaraçar a ponto de termos a certeza que não merecíamos aquilo, Cristo morreu por nós e isso nos embaraça, não somos merecedores, mas sua infinita graça nos alcançou, um favor que não merecíamos nos foi dado... 


E com reticências termino o pensamento que ainda não foi terminado...










segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Poetisa-me...





Verbaliza 
A palavra que me falta
Conjuga
O tempo que se foi
Sintetiza
O emaranhado de palavras que me invadem
Ah... 
Deus,
Faz de mim verso
Escreve com teu sangue
As palavras que te convém

Poetisa-me

Fonte:http://poesiaevanglica.blogspot.com.br/

Um conto escrito por uma criança: A princesa Aline


Hoje, compartilho com vocês um conto escrito e digitado por uma linda criança menina de oito anos:  



A   princesa   Aline

                Era  uma  vez  um  rei  e  uma  rainha  eles    tinham  uma  filha  chamada  Aline. Um  dia  o  rei  viu a  filha triste  e  perguntou:
                -Filha  porque  está  tão  triste?
                Ela  respondeu:
                -Estou  com  vontade de  comer aquela  maçã vermelha.
                Como  o  rei  tinha medo  ele  falou para um  homem  chamado  Pedro:
                -Se  você  conseguir pegar aquela maçã para a  minha filha você se casará com ela.
                Então ele conseguiu pegar a maçã e se casou com a Aline e viveram felizes para sempre.


(Autora Ly)

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

Oração conjunta

Mais um dos artigos do Eu Escolhi Esperar que dizem o que tenho ouvido constamente rs




"Oração conjunta


Quando nos convertemos, há seis anos atrás, orávamos muito. E pudemos viver um período de milagre e de grandes respostas de Deus.
Pessoas próximas se convertendo, outras retornando ao precioso caminho do Senhor, além de milagres de provisão, cura, transformação.
Quanto mais orávamos, mais víamos a Glória do Pai. Sentíamos o tocar Dele, na vida de cada pessoa por quem clamávamos.
Todos os dias pegávamos nossa listinha, com nomes de amigos, parentes, e pessoas que vinham até nós com algum pedido especial de oração.
A correria do dia a dia, a agenda apertada do ministério, e porque não,na falta de vergonha na cara, fez com que parássemos de orar juntas. Não abandonamos a oração, ela sempre teve papel importante em nossa vida, mas cada uma orava por si. E assim foi por certo período.
Deus começou a nos incomodar novamente. E este mês retornamos à nossa oração em conjunto. Fizemos outra listinha, colocamos nomes de pessoas que amamos que ainda não entregaram sua vida a Jesus, além, claro de oramos por nossa cidade, ministério, pelo momento político de nosso País, entre tantas outras coisas.
O resultado? Em menos de um mês, estamos tendo maravilhosas notícias. Pessoas se abrindo ao evangelho, outros já frequentando a Igreja, e por aí vai.
Amados e amadas, se tiverem a oportunidade, se juntem em propósito de oração por seus amigos, professores, cidade, família...
Orem, jejuem, evangelizem, sejam um grupo forte. Sejam exércitos de Cristo. Vai valer muito a pena!
"Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos" (Tiago 5:16)"




Por BRUNA E RHANÚSIA


Fonte:http://euescolhiesperar.com/artigos/oracao-conjunta



Namoro a três: capítulo 3 do Eu amo você



Hoje, vamos falar do terceiro capítulo do livro Eu amo você para quem não está acompanhando as postagens aqui temos um post sobre o prefácio do livro, aqui sobre o primeiro capítulo e aqui sobre o segundo capítulo do livro.
O capítulo de hoje é muito edificante e trata de um tema que eu vejo esquecido entre os casais, o capítulo intitula-se "Namoro a três!" e inicia-se com um versículo Portanto, quer comais, quer bebais, ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus (I Coríntios 10.31), com isso o autor nos alerta que nosso relacionamento também deve ser para a glória de Deus.
O autor volta ao tema do jugo desigual e enfatiza que essa ação resulta em um “casamento incompleto, porque o aspecto prioritário do casamento, que é a unidade espiritual, está perdido.”.
Ele relata que:

 “Certa vez, num dos meus seminários, eu fiz a seguinte pergunta para os rapazes: Quando foi a última vez que você orou com a sua garota?. Depois da palestra, um rapaz me disse: Jaime, oração no namoro? Não tem cabimento!. Eu falei para aquele jovem crente: Se não há ambiente para oração, alguma coisa está errada no seu namoro, porque a oração deve ser a prática mais espontânea na vida cristã, dentro ou fora do namoro.  Uma moça certa vez me disse: Jaime, nós não oramos, nem lemos a Bíblia, ou conversamos sobre coisas espirituais no nosso namoro porque o meu namorado é um pouquinho tímido a respeito de coisas espirituais. Muito bem, eu disse, posso entender essa timidez se ele é um crente novo, ou se seu namoro está no início. Entretanto, se depois de seis meses ou um ano, ele ainda não quer orar, ou ler a Palavra com você, você deve pensar seriamente se quer continuar com ele ou não."

O autor relata que os momentos de oração nos dão força para momentos de “[...] tentação, especialmente no controle dos impulsos sexuais e no relacionamento físico no namoro.” Ele nos alerta:

“Jovens, se vocês não oram no período do namoro e do noivado; se vocês não lêem a Palavra juntos e procuram obedecê-la; se vocês não procuram ter uma conversa aberta e franca sobre suas vidas íntimas, sobre suas lutas e dificuldades, não pensem que, de repente, no primeiro dia do casamento, será automático orar; que será automático colocar a Bíblia como prioridade e organizar a vida conforme os  princípios de Deus. Isso simplesmente não acontecerá. O período de namoro e noivado é muito importante para construir o alicerce de um casamento feliz”



Além disso, o autor nos traz cinco questões para desenvolvermos os padrões de Deus em um namoro:

1)            Desenvolvam atividades em grupos e evitem ficar em casal, ou seja, apenas os dois por muito tempo;
2)            Estabeleçam regras de conduta;
3)            Orem juntos, para entregar uma atividade específica, após uma conversa séria, quando se está passando por uma dificuldade, para agradecer, entre outras situações;
4)            Tenham uma comunicação aberta; “Procurem resolver os problemas logo no início, sem deixar acumular encrencas e sentimentos de rancor contra o seu parceiro.”; e
 5) “Procurem ler bons livros. Sugiro os seguintes: Uma Bênção Chamada Sexo, de Robinson Cavalcanti; Casei-me Com Você e Amor, Sentimento A Ser Aprendido, de Walter Trobisch; A Família do Cristão, de Larry Christenson.”

Por fim,  o autor finaliza o capítulo advertindo-nos a sermos cautelosos com as conversas durante o namoro e evitar as conversas íntimas sobre sexo,  pois “ Isso pode levá-los a serem despertados
sexualmente. Não há nenhuma dúvida em minha mente de que você quer um casamento feliz, dentro do padrão de Deus. No entanto, para que isto aconteça, você tem que começar a construir a sua casa na rocha que é Jesus Cristo e na Palavra de Deus. Decida em seu coração que você baseará seu namoro nos princípios e propósitos de Deus. Que Deus o abençoe”


segunda-feira, 15 de setembro de 2014

A borboleta e a liberdade




E hoje pela manhã, uma borboleta resolveu me acompanhar na viagem e mesmo podendo escolher estar fora do carro com liberdade de um vasto verde lindo....Ela ficou dentro  e somente saiu quando a viagem se encerrou. A borboleta de hoje me ensinou que o que vale mesmo é quando escolhemos ficar mesmo quando temos toda liberdade para sair....

Engraçado mesmo, foi que quando ela saiu apareceu outra "tão bem maior" que também tinha  asas cinzas, mas quando se abriram revelaram um azul daqueles que admiro. As duas eram cinzas por fora, mas uma era azul e a outra laranja por dentro






As borboletas cinzentas quando abriram as asas revelaram cores vivas dentro de si!


Que saibamos procurar as cores por dentro de cada borboleta que passa por nós e com asas fechadas revela apenas  cores cinzentas.






sábado, 13 de setembro de 2014

Um cara que lê...a bíblia

Hoje, compartilho com vocês textos ótimos, o primeiro é aquele famoso texto "Namore um cara que lê", esse, compartilho apenas um trecho:


"[...] Um namorado que lê gosta de muita coisa, mas, na dúvida, é fácil presenteá-lo: livro no aniversário, livro no Natal, livro na Páscoa...E você também ganhará um ou outro livro de presente. No seu aniversário ou no Dia dos Namorados ou numa terça-feira qualquer. E já fique sabendo que o mais importante não é bem o livro, mas o que ele quis dizer quando escolheu justo esse. Um cara que lê não dá um livro por acaso. E escreve dedicatórias, sempre. Entenda que ele precisa de um tempo sozinho, mas não é porque quer fugir de você. Invariavelmente, ele vai voltar –com o coração aquecido– para o seu lado.
Demonstre seu amor em palavras, palavras escritas, falas pausadas, discursos inflamados. Ou em silêncios cheios de significados; nem todo silêncio é vazio. Ele vai se dedicar a transformar sua vida numa história. Deixará post-its com trechos de Tagore no espelho, mandará parágrafos de Saint-Exupéry por SMS. Você poderá, se chegar de mansinho, ouví-lo lendo Neruda baixinho no quarto ao lado. Quem sabe ele recite alguma coisa, meio envergonhado, nos dias especiais. Um cara que lê vai contar aos seus filhos a História Sem Fim e esconder a mão na manga do pijama para imitar o Capitão Gancho.
Namore um cara que lê porque você merece. Merece um cara que coloque na sua vida aquela beleza singela dos grandes poemas. Se quiser uma companhia superficial, uma coisinha só para quebrar o galho por enquanto, então talvez ele não seja o melhor. Mas se quiser aquela parte do “e eles viveram felizes para sempre”, namore um cara que lê.
Ou, melhor ainda, namore um cara que escreve."



Bruno Palma
Fonte:http://joaopedrororiz.com.br/site/namore-um-cara-que-le-texto-de-bruno-palma/



Melhor que ter alguém que lê por perto, é ter alguém que lê a bíblia, a partir da leitura desse texto, uma querida escreveu um texto mais completo que o acima, os grifos são meus:



"Namore um cara que lê a Bíblia.


Namore um cara que se orgulha dos ensinamentos que a Bíblia revela, ao invés de roupas ou carro que possui. Ele poderá ter essas coisas, mas sabe que nada disso o tornará mais interessante aos seus olhos que viver uma vida consagrada.
Encontre um cara que lê a Bíblia. Não é difícil encontrá-lo: Ele é aquele que se destaca no meio dos outros por ter um olhar dócil e atitudes que revelam o conhecimento que tem sobre seu Pai. Ele é aquele que trata seus amigos como irmãos e com eles sempre faz palhaçadas e rouba uma gargalhada sua. Sabe aquele que trata a mãe como uma rainha? Esse é o cara que lê a Bíblia.
Ele é o cara que não tem medo ou vergonha de ser “zuado” pelos colegas por não pegar muitas garotas, porque assim como Cristo, ele espera uma noiva, pela qual morreria se preciso fosse.
Namore um cara que lê a Bíblia, que não tenha vergonha de compartilhar do amor de Cristo com os amigos, porque assim como você, sabe que o evangelho é poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê. 
Talvez você não se ache bonita o suficiente, mas fique tranqüila, o cara que lê a Bíblia sabe que a verdadeira beleza é o temor ao Senhor e é por uma garota assim que ele espera. Sim, ele espera. E vai te achar linda, exatamente do jeito que você é.
Entenda que ele precisa de um tempo sozinho, mas não é por não querer ficar perto de você, ele precisa desse tempo pra falar com o Pai sobre vocês dois. E acredite, ele vai voltar para seu lado com o coração aquecido.
Ele não é perfeito, mas diariamente busca as mudanças necessárias no Senhor. Ah, e ele é o cara que solta, às vezes timidamente, um verso de algum poema que leu ou cantarola a parte de uma música que o faz lembrar de você.
Ele te enviará mensagens românticas, mas também te enviará mensagens com versículos bíblicos e juntos vocês vão crescer espiritualmente.
Você poderá, se chegar de mansinho, ouvi-lo tocar seu violão e cantar, ou vê-lo lendo a bíblia e repetir várias vezes um versículo que o chamou atenção. E você vai ter certeza que é esse o cara com quem quer viver o resto da sua vida.
O cara que lê a Bíblia vai contar para os seus filhos a história da criação e de como Davi venceu o gigante Golias e depois orará com eles antes de dormir.
Namore um cara que lê a Bíblia e viva seus ensinamentos, porque só para esse o Pai dará o amor que tudo sofre, tudo crê, tudo espera e tudo suporta."  


Noemi Guerra

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Eu não esperei, e agora?




Compartilho um vídeo que trata da falta de espera em determinados momentos, será que agora é tarde? 






quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Que sociedade? Que harmonia? Que união?: capítulo 2 do Eu amo você

Postei no blog Menina, Mulher Cristã





Olá princesas, como estão? Antes de falar do livro acima, gostaria que pensassem em algumas questões:

-Com quem você tem se harmonizado ultimamente? Quais as características dessas pessoas?
-Com quem você tem estabelecido uma união? Quem são? Como são? 


Feita as perguntas, vamos ao livro, para quem não está acompanhando as postagens aqui temos um post sobre o prefácio do livro e aqui sobre o primeiro capítulo. Hoje, vamos falar do segundo capítulo do livro Eu amo você, e é intitulado de “Que sociedade? Que harmonia? Que união?", nesse sentido, o autor relata que uma moça iria se casar com um rapaz que não era cristão, assim o autor Jaime aconselhou a moça para que não fizesse isso, porém, ela decidiu se unir ao moço não cristão.   Após um ano e nove meses, a moça  ligou para o autor relatando problemas com seu casamento e em pouco tempo se separou. 
Jaime afirma que 75% dos problemas dos casamentos iniciaram-se no namoro e no noivado, ele alerta “Jovem, Deus tem um plano maravilhoso para você! Deus está  mais interessado com quem você vai casar do que você  mesmo. Espere n'Ele e Ele tudo fará.”
Jaime relata que Paulo na sua segunda carta aos  Coríntios diz:

"Não vos ponhais em jugo desigual. "

Em vários momentos ouvi esse versículo, porém Jaime traz uma história que relata a abrangência do jugo desigual, ou seja, ele  se lembra de uma situação em que viu dois bois puxando um carro cheio de cana e se lembrou do aprendizado de seu pai  que:  “[...] nunca se deve  colocar um cavalo e um boi na mesma canga [...] o cavalo vai correr para rápido para um lado e o boi vai andar devagar  para o outro. Nunca vão puxar o carro juntos, porque a  natureza de um é totalmente diferente da natureza do outro"

Princesas, acredito que vocês não querem se casar com aqueles que vão no ritmo e no lado opostos aos seus não é mesmo? Por isso, cuide do seu presente, peça direção do Senhor para cada atitude e afasta-se do jugo desigual, busque o igual, afinal, a tal ideia de que os "opostos se atraem" é uma mentira! Busque a verdade, busque o que é comum e harmonioso.






quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Não andeis ansiosos


Acalmar e abandonar em teu abraço...


Há canções que parecem que combinam tanto conosco que temos a certeza de que poderíamos escrevê-las, hoje, compartilho uma dessas atuais canções:






"Jesus, eu quero deitar no Teu colo
Te contar tudo, tudo o que sei
Descansar recostado em Teu peito
Ouvindo o Teu coração
E me acalmar


Jesus, eu quero vestir Sua camisa
Com as mangas maiores que meus braços
Correr pela casa ao Teu encontro
E me abandonar no Teu abraço
E Te abraçar


Preciso tanto de Ti
Tanto, tanto, tanto
Quero ficar contigo
Meu Jesus
Quero Te abraçar
Quero Te tocar"

Focar ou desfocar? Um poema intertextual


Um poema intertextual... e atual!



Focar ou desfocar?


Se foco, desfoco,
Se me aproximo, afasto-me
Cecília já disse, ou isto ou aquilo
Ou aquilo ou isto
William já disse ser ou não ser?
Ter ou não ter? Focar ou desfocar?
Tantas escolhas, tantas renúncias...
No meio do caminho uma renúncia, Carlos e agora?
É tempo da travessia Fernando, qual Pessoa deverá fazê-la?
Ser ou não ser? Eis a pedra do meu caminho e agora é isto ou aquilo?

Peso das palavras





Ter o peso das palavras como reflexo da mente é o preço que se paga por escrever tão sinceramente!

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Entre o mundo e a religiosidade


Postei o texto abaixo no blog Menina Mulher Cristã



Olá princesas, hoje li um daqueles textos fantásticos e compartilho com vocês:



Entre o Lixo e o Luxo


No lixo, há dor.
No luxo, há dor.
No lixo ou no luxo o ardor…

No lixo encontra-se a ignorância
No luxo encontra-se a ilusão
No lixo ignora-se à Deus
No luxo equivoca-se o Deus,
Sim há deus, eu sou deus!

O lixo naturalmente se decompõe.
O luxo fatalmente se deteriora.

Distintos, mas iguais…
Destituídos da graça
Derribados pela própria insensatez.
Opostos que caminham na mesma direção…

O lixo e o luxo
O luxo e o lixo

Entre o lixo e o luxo, há luz!
Entre o luxo e o lixo, há luz!

Entre o lixo e o luxo, o lúcido…

Pedro Sobral


Fonte:http://aoamadotimoteo.wordpress.com/





Leu? Agora retome e substitua lixo por mundo e luxo por religiosidade.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Mais importante que receber algo de Deus é saber cuidar.../ Formas de amar: aprendendo com crianças 37


Olá princesas, vamos falar de flores rs, todos os dias recebo um tipo de flor dos pequenos como as abaixo:








Entretanto dois pequeninos botões de rosas despertaram maior atenção, peguei esses botões e coloquei um na terra e outro na água. Passado dois dias, um continuou sendo botão e o outro se tornou flor, assim, os botões que  eram iguais tornaram-se completamente diferentes:






A primeira imagem refere-se ao botão colocado na terra e a segunda a da água, percebem?  Os botões foram os mesmos, mas o local em que foram colocados os mudaram completamente, um abriu-se, floresceu, mostrou sua beleza... O outro piorou o seu aspecto, encolheu, murchou.
 Trazendo isso para as nossas vidas, remeto-me a quantas vezes pegamos algo que o Senhor nos deu e ao invés de colocar aquilo na "água",  inserimos na "terra" e assim perdemos a oportunidade de enxergarmos a beleza das "flores". 
Mais importante que receber algo de Deus é saber cuidar, cuide dos seus "botões", faça-os florescer e não morrer. 


Formas de amar: aprendendo com crianças 36





O menino de oito anos diz:

-Professora, eu pintei pra você...
-Que linda, uma folha azul, azul é minha cor preferida.
-Eu sei!



Amar é querer colorir a vida da pessoa da cor preferida dela, é descentralizar de você e centralizar no outro...Não é fácil, mas quem disse que seria?

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Confiar na sua grandeza e ficar em paz, afinal é ele quem faz!



Tenho pensado em algumas coisas e tenho me surpreendido , descobri que passar um tempo no deserto com Deus, ele eu eu e ele mudou muitas coisas em mim. Antes, havia uma preocupação com o futuro, e se não desse certo? O que faria? Como faria? O que seria? Hoje, em meio novamente a incertezas de um ano que está por vir me pego em paz e tranquila..Como um rio sereno, um lago, onde antes havia ondas, um doce onde antes havia sal.
Em meio ao mar transformado em rio eu me pego pensando que tudo dará certo e não haverá necessidade que não será suprida! Bom é estar em paz com o cuidar de Deus, meu futuro está frouxo, justamente pra Deus poder interferir o tanto que quiser. Conhecer o agir de Deus é poder confiar na sua grandeza e ficar em paz, afinal é ele quem faz!


Se fossem minhas próprias mãos...






Tudo que eu tenho foi através das mãos de Deus.

Um primeiro poema de inícios


Um primeiro poema de inícios

Inicia-se um novo mês,
a lua como todos os inícios,
está crescente...
completar mais um mês “de você”
é lembrar da perfeição do Senhor que
com tudo novo iniciou você,

amor crescente...
Inicia-se um novo mês,
 lembro de tudo que Deus fez,
nesses nove novos inícios de “mês”


nesses nove novos inícios de “mês”
lembro de tudo que Deus fez,
Inicia-se um novo mês,
com tudo novo iniciou você,
está crescente...a lua
Inicia-se um novo mês