Pesquisar neste blog

sábado, 28 de maio de 2016

Formas de amar: aprendendo com crianças: 47


Na tentativa de ensinar aos pequenos de cinco anos que eu não havia aprovado as ações de alguns, decidi abraçar os que eu havia aprovado o comportamento. Sentados em roda, os outros olharam fixamente. No outro dia, um pequeno que não havia sido abraçado, a cada meia hora me perguntava se estava se comportando...de fato ele estava e muito bem. No final do dia chamei à todos para fazermos a fila e então ele veio:


-Professora, eu me comportei hoje?
-Claro que sim P. você teve um ótimo comportamento e estou muito feliz por isso.

Ele voltou para a fila, olhou para a mim e se aproximou novamente.


-Então, cadê o meu abraço?


Nesse momento, meus olhos se encheram de lágrimas, as engoli, devo ser um oceano, pelas lágrimas que engoli no decorrer da profissão. Abaixei, esqueci que estávamos indo embora e naquele momento abracei o P. ....sim, inesquecivelmente eu o abracei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário