Pesquisar neste blog

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Resiliência


Na minha home, todos os dias abrimos a porta da resiliência! Essa porta é  nossa, mas também pode ser sua...

sábado, 11 de janeiro de 2020

Somos panelas e temos pressão


Todas as vezes que eu utilizo a panela de pressão, penso que somos assim. Vamos pegando pressão, pegando e quando vemos temos que soltar toda  a pressão antes de abrir a tampa, pois senão iremos explodir.  Soltamos a pressão, estamos bem e percebemos que se deixamos a panela no tempo exato no fogo, teremos um alimento delicioso.


Tem algo que está fazendo você pegar pressão? Tenha paciência, permaneça e após o tempo exato, da maneira exata, solte sua pressão e se delicie com o fruto vindo dessa ação.

sexta-feira, 3 de janeiro de 2020

Quem sou eu além de mim?

Ela é feita girassol, que se vira para a luz natural, admiradora da simplicidade, com quase três décadas de existência, aprendeu a apreciar, bons lugares, confortos, boas comidas, mas valoriza o simples, gosta da natureza. Ela é aquela que aprendeu a não ter medo de morrer, mas nem por isso procura a morte, sempre muito responsável, gosta de controlar tudo, mas aprendeu que Deus a ensina diariamente que o mundo não cabe mesmo em suas mãos. Ela organiza a vida, a dela e a dos outros e percebeu que toda aquela facilidade que ela tem em traçar planos, verificar e analisar as pessoas, foi um belo dom de Deus. Ela tem medo, mas sempre dá um jeito e o medo nunca a tem, ela supera e gosta disso. Ela aprendeu a gostar de si mesma há uns bons e bons anos e segue nessa escolha e gosto. A identidade dela é tão singular que você não vai entender por que ela canta rap, gospel, Reggae, pagode, rock, samba, sertanejo, pop, MPB, músicas infantis e  músicas clássicas. Ela ouve "garota eu vou para califórnia" para relaxar e "I'm yours" também...E quando quer mesmo retornar naquela oração fervorosa ela escuta Livres para adorar e as primeiras músicas do Diante do trono. Ela têm memórias, muitas e muitas e por isso é tão intensa, luta para se desfazer de algumas intensidades, mas não dá rsrs. Ela ainda ama poemas e nas férias ainda espera algum livro chamá-la para ela ler, o da vez se chama Casório, ela continua não tendo férias e passa as férias com a Unesp, mas confesso que em um ritmo mais brando. Ela é poesia, misturada com euforia, é agitação misturada com calmaria e falta de tempo, ela fala o que pensa, sem medo e escolhe ser o que deve ser escolhido. Ela não fala algo para agradar alguém e quando vê que vale a pena, ela se posiciona e fica de costas para todo o resto. Aline é cheia de olhar para a frente, girar para o sol e dar as costas para as opiniões que são contrárias ao seu caminhar, ela é sensata, mas acima de tudo tem discernimento e atualmente vive equilibrando entre enfrentar e ceder...Ela é política, mas não fanática, analisa com calma e tem histórias que a auxiliam, Aline é verde em meio ao céu azul, é vermelho confundindo com o marrom, é todas as cores juntas e como uma fase lunar, há mais de uma Aline, a Aline além de mim.... 




Quem sou eu além da Aline?








Somos flores



"Murchar, cair, criar raiz, crescer e florescer"

2019 saindo...2020 entrando



Pela primeira vez, venho aqui falar do ano que se encerrou no início do outro ano. Percebi também que desde quando esse blog foi criado eu nunca havia ficado um mês sem escrever aqui e no mês de dezembro eu fiquei. Confesso que talvez seja pelo fato de que meu psicológico estava desejoso de que 2019 finalizasse, nunca havia feito contagem regressiva, mas em 2019 eu fiz e desde novembro ainda. Apesar das dificuldades que enfrentei a partir de setembro, o ano foi bom, consegui alcançar com a graça de Deus várias metas, para mim e meu esposo, profissionalmente desejei o que nunca imaginei e tive a oportunidade de concretizar, voei na minha área para um outro patamar e também na vida, pois andei de avião pela primeira vez e conheci o norte do país (agora só falta conhecer o nordeste, pois todas as demais regiões já conheci). Tive contato com diversas pessoas, mudei minha forma de trabalhar, passei a ir ao trabalho andando e isso foi ótimo rsrsrs, possibilitou-me uma sensação de liberdade. Minha saúde foi bem melhor que no ano de 2018, glórias a Deus e somente tive uns problemas com gripe e com duas doações de sangue próximas que me renderam um pequeno desmaio rsrsrsrsrs, valeu a experiência e tirei o bom dessa situação que foi ver a importância da família e do amor, pois não mediram esforços para me socorrerem.
No casamento, nos acertamos ainda mais, e avançamos rumo a vida a dois, é claro que ainda falta muito, mas já estamos com três anos de casados e comemoramos em um local que se inspirou no local que passamos a lua de mel, rememoramos os momentos, comemos, tivemos contato com a natureza e descansamos a mente. Academicamente tive meu primeiro artigo aceito em uma revista A, auxiliei na elaboração de um livro, finalizei as consultas às fontes e dei um grande passo rumo a qualificação da tese. 

Confesso que profissionalmente, o ano poderia ter sido melhor se não fosse aquele nome do meu personagem favorito da bíblia...... que a partir de setembro...Ás vezes seres humanos cruzam nossos caminhos para nos mostrar o quanto precisamos de Deus e para mostrar que como em Eclesiastes 3, tudo tem um tempo e Glóoooorias por isso.
Quando o ano se encerrou, sentei com meu marido e lemos sobre o texto do ano passado que nosso Deus havia nos dado, falava sobre José e de como ele cresceu com a graça de Deus, vimos que foi exatamente o que Deus fez em 2019 e aquele texto era como uma lâmpada para os nossos pés nos auxiliando a trilhar o ano da melhor forma possível. Foi um ano de crescimento, especificamente para o Pedro e de vermos diante dos nossos olhos nascer um sonho e uma grande possibilidade de realizá-lo.

2019, foi um ano de muito crescimento permeado com algumas situações desgastantes, sabe Davi não matou o gigante sem antes ter enfrentando ursos e tanto eu como o Pedro tivemos uns ursinhos no caminho rsrsrs e o gigante foi derrotado.

Para 2020, fiz o que faço sempre, limpei armários, joguei fora muita coisa, doei outras, organizei tudo que não estava (confesso que essa organização cada vez está mais frequente),  a casa foi limpa de maneira exemplar, é claro que pedi ajuda, pois limpo a casa , mas queria uma bela de uma faxina. Orei, fiz as metas, escrevi, orei de novo, entreguei ao senhor a privação do sorvete (isso mesmo, um ano inteiro sem sorvete) que eu havia feito somente por domínio próprio mesmo, ou seja, para exercer esse fruto do espírito, pensei na próxima privação e me preparei para a virada do ano...

Não virei na igreja, como eu desejava, mas 00:05 aproximadamente, estávamos com a família do Pedro orando e ele conduzindo a oração...

Agora vocês me perguntam e para 2020? Tenho um carinho muito pelos números pares, e o Senhor tem falado muito comigo sobre a história de Josué, é tempo de se purificar para Cristo fazer maravilhas, é tempo de analisar a terra antes de possuí-la, é tempo de observar o que Deus deu, mas ainda assim aguardar o momento. 2020, é tempo de aproximação, de trabalho para Deus e de mudança interior, ouvindo a sua voz e seguindo a sua vontade.


2020? Começou com Deus me lembrando que eu não preciso temer, Ele está comigo....bora lá? Temos 366 oportunidades de ouvir a voz e o  cuidado de Deus.








segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Dia dos professores





É 15 de outubro de 2019, não trabalho é dia dos professores.
Recebo uma ligação, desço e um homem desconhecido entrega essas flores à pedido do Pedro!








Ela é lilás representando dignidade simboliza bons sentimentos.



Casamento e ausência






Casamento é se tornar 1 com a pessoa em todos os sentidos possíveis, é olhar para o par e duvidar se ele é tão importante assim e distante dele ter a certeza de que falta ele perto para complementar o 1.



Resultado de imagem para casamentoNeste ano de 2019, o Pedro do meu caminho com suas viagens à trabalho, possibilitou que eu percebesse a falta e o vazio que a casa fica quando ao final da tarde, ele não retorna. Em meio as suas imperfeições, pego-me nesses momentos lembrando dos seus acertos.