Pesquisar neste blog

Mostrando postagens com marcador reflexões. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador reflexões. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 19 de setembro de 2018



"Gosto de ser gente porque, inacabado, sei que sou um ser condicionado, mas, consciente do inacabamento (inacabado), sei que posso ir além dele. "
Paulo Freire

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Agradecimento







Todas as vezes que como, 
agradeço a Deus quando o alimento desce 
e sem dor nenhuma consigo me alimentar. 
Louvado o nome do Senhor 
que em meio a dor me ensina 
que ele é onipotente e eu 
fraca sou!


Resultado de imagem para grata

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Reflexões de Victor Azevedo



" Se você somente ama a Deus e fala que ele é bom nas boas situações, então você não ama a Deus e não acredita que ele é bom, mas você ama as circunstâncias."


"Atleta que não sabe lidar com a dor somente viverá no banco."



"Se você sobreviver a dor, ela será ressurreição para outros."

Resultado de imagem para cruz"A garantia da vida cristã não está no futuro, mas no passado"



sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Amor



"Que este amor não me cegue nem me siga.
E de mim mesma nunca se aperceba.
Que me exclua de estar sendo perseguida
E do tormento
De só por ele me saber estar sendo.
Que o olhar não se perca nas tulipas
Pois formas tão perfeitas de beleza
Vêm do fulgor das trevas.
E o meu Senhor habita o rutilante escuro
De um suposto de heras em alto muro.
Que este amor só me faça descontente
E farta de fadigas.
E de fragilidades tantas
Eu me faça pequena.
E diminuta e tenra
Como só soem ser aranhas e formigas.
Que este amor só me veja de partida."
Hilda

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Somos o que o outro nos diz...


Reflexões de uma das disciplinas do doutorado



Resultado de imagem para humanosBakthin era muito religioso e foi preso por causa disso, ele dizia que só sabemos quem somos quando o outro nos diz, precisamos do olhar de fora do outro...Ele diz que o amor ao próximo é mais importante que o nosso amor, ele destaca a responsabilidade que temos nos atos que praticamos...Eu não posso dizer uma coisa e procurar um álibi, nós somos responsáveis pelo que fizemos, ou seja, ele diz sobre o principio da responsabilidade e responsividade (respondemos, réplicas e tréplicas) ele faz uma crítica entre a teoria e a vida prática, ele chama teoria e teorética. Para ele nossos atos são únicos e nunca se repetirá, assim, o dado passa a ser único e singular , não dá para repetir os dados.





O homem individual está dentro de um grande ambiente de trocas sociais.



Quanto mais enriquecemos a troca, mais humanos nos tornamos.


Quando o homem perde a capacidade de diálogo ocorre a guerra, se o homem é contraditório o diálogo também é.




As possibilidades de quem somos é infinita.

Para Bakthin o ato de se calar é uma atitude responsiva, 


O outro que diz quem nós somos, a dialogia compreende isso.


 Compreensão é uma ato de criação com estabilidade provisória.

terça-feira, 17 de julho de 2018

Lei da vida

Que vooooooooooooz é essa? Estou encantada, poetisada com essa maravilhosa







Tudo que sobe, desce
Tudo que entra, sai
Hoje você me vê
Amanhã talvez não veja mais

Tudo que nasce, morre
Tudo que vem, se vai
Hoje morreu um sonho
Que ele descanse em paz

Não temos controle
O tempo é ligeiro
Na estrada da vida
Somos passageiros
Mas que Deus guarde
Cada estrela a mais no céu

As lembranças ficam
Não tem como voltar
Pro mesmo momento
Naquele lugar
Aquele sorriso
Jamais verá de novo

Onde estiver
Olha por mim
O meu amor, não vai ter fim
Tudo que passou, do meu lado
Estará para sempre, marcado

Onde estiver
Olha por mim
O meu amor, não vai ter fim
Tudo que vem, tem que ir
É a lei da vida
Não é feita por mim

E aonde estiver
Olha por mim
O meu amor, não vai ter fim
Tudo que passou, do meu lado
Estará para sempre, marcado

Onde estiver
Olha por mim
O meu amor, não vai ter fim
Tudo que vem, tem que ir
É a lei da vida
Não é feita por mim

SaUdAde



Resultado de imagem para saudadeA gente se acostuma com algumas coisas da vida e percebe que embora a vida esteja passando pra lá de corrida, o simples ainda é belo e passa lentinho.
Como a amizade que ainda existe e a beleza que se faz concreta quando se ouve de uma voz discreta "Senti saudade de você..." 



quarta-feira, 4 de julho de 2018

Impressões de uma academia 2: como a igreja deveria ser

Resultado de imagem para treino funcional
Hoje, tive uma experiência nova nesse mundo da academia, estou treinando há exatos três meses, nesse tempo emagreci, desenvolvi condicionamento físico, malhei, me senti mais disposta e enfim conheci várias formas de movimentar meu corpo. Devido as aulas do doutorado tive que alterar o horário que vou à academia e como gosto de um instrutor específico o único horário que ele teria compativelmente comigo seria às 17h30 e sabe o que ocorre nesse horário? Aulas de funcional.
Isso mesmo, eu que nesse três meses corri dessa aula, não queria correr mais e então o que fiz? Fui à aula e quando cheguei lá, o instrutor com toda simpatia me cumprimentou e começou a explicar como seria o circuito..Após a explicação dele eu simplesmente olhei bem para ele e em meio as 20 pessoas eu disse que não iria fazer que iria para esteira e para o simulador de escada.
Naquele momento ele me olhou, e disse que tudo bem. O meu pensamento era que aquilo tudo seria incapaz para mim devido ao condicionamento físico e a dificuldade em coordenar os movimentos e decorar a ordem das estações do circuito.
O inesperado foi que no momento que eu estava saindo, uma menina muito simpática virou para mim e disse para eu não desistir porque todos passaram por aquilo e era só eu seguir o circuito de um outro menino. O instrutor disse que me acompanharia e me mostraria o movimento de cada estação.
As palavras dela e dele foram essenciais para eu tentar e eu disse sim e surpresa...... eu amei, todos juntos fazendo vários exercícios com uma música super motivadora e sentindo que quando tem a vontade de desistir o outro está lá tentando e te encorajando, no fim gostei muito mais disso do que qualquer outro exercício que eu havia feito lá.
Nesse tempo eu fiquei pensando: por qual motivo a igreja também não é assim? Motivadora, fazendo a pessoa não desistir e se ela pecou dizendo a ela "todos passaram por isso".
O problema é que a igreja virou qualquer coisa que não é igreja, os membros ficam esperando o outro cair para contarem para todos e  os irmãos se sentem superiores perante aqueles que transparecem seus pecados e em momento algum são acolhedores e motivadores.
Diante disso, minha bandeira é por igrejas que motivem, por igrejas que cair seja a oportunidade de se relacionar com o outro que te ajuda a levantar, pois sabe que no futuro quem pecará será aquele mesmo que ajudou a levantar. Por igrejas que sejam igrejas, que caiam e levantem em conjunto e não necessariamente na mesma posição.


Igreja que não acolhe, igreja que o membro e o pastor não se coloca como pecador, não pode ser igreja e não consegue receber o pecador! Lembrando que pecador é qualquer humano.

sábado, 30 de junho de 2018

O verbo Neymar

Estamos em plena copa do mundo futebolística e eis que o Neymar se joga no chão em todo jogo, finge que empurraram, faz drama, finge dor e etc.

Diante disso, fiquei pensando que precisávamos de um verbo que demonstrasse que a pessoa caiu por se jogar, ou seja, caiu de propósito...

Qual melhor verbo do que Neymar? 

Imagine você  perguntando se o fulano caiu ou neymou...Ou então falando se as vendas da empresa caíram mesmo ou alguém neymaram elas... kkkkk fica então a dica, caiu sem querer? É  cair mesmo, caiu de forma intencional? 

Eu Neymei
Tu Neymaros
Ele Neymou
Nós  Neymaremos
Vós Neymareis
Eles Neymaram 

quarta-feira, 27 de junho de 2018

A saudade bate

Não  há  nada mais verdadeiro que a frase bateu a saudade...quem colocou esse verbo antes da saudade foi um gênio. Quando se tem saudade se apanha no coração, as lembranças são buscadas na memória, os olhos são fechados para ver se rola uma enganação de confusão do cérebro de que aquilo é  real então...

Bateu saudade, apanhei de saudade, que dor então...

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Um. novo outro?

O impasse daquela menina merece ser compartilhado ... O outro só  pode existir no outro , mas e quando  aquele outro deixa de existir?  Então somente resta decidir entre conhecer esse novo outro ou ficar com a memória  do antigo outro se recusando a ver qualquer outro  naquele outro !
Quando as qualidades que você  mais admira se desmoronam e defeitos que você  nunca havia visto surgem,  é o momento em que a casa desaba e só  te resta descobrir se vale a pena construir novamente com aqueles materiais ou deixar a ruína decidir . . .

Foi assim que respondi para aquela menina !Pobre menina...

E ela. me disse...
-Estou tomando coragem... Quando estiver bem cheia decido!

domingo, 22 de abril de 2018


Eu parei de me importar e contar o ano de presença quando percebi que eles podiam ser diluídos em minutos, quando percebi que do lado de cá é só enquanto eu respirar que haverá uma lembrança, mas do lado de lá não se sabe mais...Eu parei de me importar quando vi que a história para determinadas pessoas realmente não importa e a mágoa passa por cima do tempo...


Eu parei de me importar, parei de contar e parei de almejar muitos anos de presença! Que seja presente enquanto se pensar ser eterno, que seja presente enquanto se pensar ser pra sempre e depois disso? Que venha outra eternidade passageira.


terça-feira, 17 de abril de 2018

Impressões de uma academia



Eu sei que a primeira vista o academia aqui pode assumir roupagem de faculdade, mas não, por incrível que possa parecer eu me rendi, matriculei-me em uma academia e surpresa estou gostando daquele espaço. Tudo porque o enorme e imenso sono que eu sentia a tarde está se transformando em vontade de exercitar rsrs e observando aquele espaço com olhos de quem nunca vi, percebi algumas coisas interessantes.

Resultado de imagem para academiaLá há muitos meninos, homens que gostam mais de trabalhar os braços, eles sentam naqueles aparelhos fazem forças imensas e depois param, param muito e recomeçam. No início eu achava aquilo meio estranho, mas estando naquela prática, percebi a importância do descanso, temos séries para fazer normalmente 3 ou 4 e sabe o que me motiva naquelas séries? É poder parar, o descanso faz parte da vida, não adianta tentar fazer tudo de uma vez só que você não aguentará.

Outro fato importante que percebi foi que o mesmo peso pode ter pesos diferentes rsrs tudo começou quando eu tive que levantar o peso por quatro séries, na primeira eu achei moleza, na segunda também, mas na terceira eu cheguei a cogitar se aquilo era mesmo o peso que eu havia levantado, ele estava muuuuuuito, mas muuuuuuuuuuito pesado e então percebi que na vida a mesma característica, a mesma situação pode ter pesos diferentes para determinadas pessoas a partir das experiências anteriores, então não julgue a dor do outro como pequena demais, cada causa uma reação diferente de acordo com a quantidade de vezes que a pessoa levantou o peso.

Por fim, destaco que há muito ainda que aprender, a superar, a motivar e a fazer não para cultuar meu corpo, mas para me sentir bem, dormir na hora de dormir e não o tempo todo rsrs

sábado, 31 de março de 2018

Pessoas mortas vivas e vivas mortas

Há momentos em que eu somente quero escrever e deixo que as palavras saiam da forma e com o conteúdo que desejam. Quem acompanha este meu canto, sabe o que estou dizendo.


Resultado de imagem para no caixão vivoAndo refletindo sobre as permanências e rupturas da vida, sobre os mortos vivos e os vivos mortos das nossas vidas.
Sempre penso que quem sai da minha vida de maneira forçada sem ser obra das circunstâncias, mas por desejo meu ou do outro, se torna um morto embora estivesse vivo. Normalmente um morto vivo é alguém que em determinado momento foi extremamente importante para você, viveu com você de forma intensa. Sempre penso com tristeza nessas pessoas que tão perto agora tão distantes e uma maneira racional é pensar que elas morreram, não fisicamente, mas algo nelas ou em mim morreu que tivemos que matar a presença.
Mais triste que um morto vivo é pensar no vivo morto, esse tipo de ser humano é aquele que por alguma razão e motivo convive com você por muitas horas, mas é tão indiferente que se tornou um vivo morto. Esse ser é aquele que olha para você e finge que está ouvindo tudo o que você diz, mas não emite uma opinião, não participa e de fato não entende nada da sua vida.
Um vivo morto é aquele ser que te verá feliz e não saberá o motivo (mesmo que você tenha falado) te verá triste e nem ligará, ou às vezes tentará te perguntar, sem de fato querer saber e se contentará com qualquer resposta que você dê, mesmo que a resposta seja "estou bem" e mesmo que nessa resposta saiam lágrimas dos seus olhos. Um morto vivo é um perfeito indiferente, mas cuidado, às vezes esse ser tenta fingir que se preocupa, que participa e etc. É difícil conviver, pois você não sabe o real sentimento desse ser.


Por um mundo em que não existam mortos vivos e nem vivos mortos, mas sim VIVOS VIVOS que participam, que entendem, que sentem....que vivam!

domingo, 11 de março de 2018

A flor não perde seu cheiro


Não tente afundar quem nasceu para estar na superfície e não no fundo do mar. 
O fato de não sentires o perfume da flor, não significa que ela não continua perfumada, flor perfumada precisa ser cheirada, se não inclinares e aproximares o nariz, a flor perfumada deixará de pra você ter o cheiro  agradável, característico de diversas flores. 


A flor perfumada não perde seu cheiro, mas você pode perder a inclinação e com isso não sentir...  


Resultado de imagem para vaso de flores vintages

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Case com alguém que dedique um TCC a você





Olá queridos, nessa longa estrada da vida, fiz três TCCs e uma dissertação o primeiro dediquei ao meu pai, o segundo a minha mãe, a dissertação dediquei aos dois (pai e mãe) e o terceiro TCC dediquei ao Pedro, esse último, a dedicatória ficou assim:

Para o Pedro do meu caminho que diariamente tem me ensinado a descobrir e a vivenciar as possibilidades de conviver com as grandes diferenças e as grandes semelhanças.




Os agradecimentos eu fiz da seguinte forma:

Sobretudo e acima de tudo ao onipotente Deus que com sua graça patrocinou e patrocina todos os meus sonhos, concedendo-me vigor e saúde para as numerosas atividades diárias que realizo, sem Deus eu nada seria e nada faria;

à orientadora da pesquisa, Maewa Martina Gomes da Silva e Souza; pelas orientações e insistências nas alterações do caminho da pesquisa, ações que fizeram com que a pesquisa se tornasse muito melhor que o projeto inicial. Agradeço também pelas experiências compartilhadas na área acadêmica e na vida, iniciar nossas reuniões com conversas “informais” foi sempre produtivo. Você é ótima e um presente em minha vida;

aos meus alunos,  que a partir das experiências educacionais me mostraram sem dizer e sem mostrar, a necessidade de adentrar nos estudos sobre Educação Especial;

à Escola Municipal de Ensino Fundamental que possibilitou que eu realizasse a pesquisa e de maneira envolvente tivesse contato com as maneiras de pensar das crianças;

ao Pedro H. Sobral que mais que pedra fortaleza é sensibilidade, por entender-me, apoiar-me e possibilitar que eu continuasse realizando escolhas do aprender. Escolhas que foram possibilitadas pelos meus pais em todos os momentos, mãe e pai vocês são os primeiros educadores que conheci que respeitaram e respeitam as diferenças, mostrando-me através da minha irmã que nós não éramos e não somos iguais e nem deveríamos ser, obrigada e obrigada...Amo vocês; e

à coordenadora, professores, voluntários e amigos conquistados nessa especialização, pessoas que tornaram possíveis a concretização dessa etapa da formação continuada. Em especial a Karen R. Soriano e a Simara P. da Mata por terem sido juízas dos dados do questionário, fato que auxiliou no rigor necessário a pesquisa.





domingo, 21 de janeiro de 2018

Lei da causa e efeito

AVISO AOS REFORMADOS
"Um dos riscos que reformados correm é enfatizar a soberania de Deus a ponto de esquecer que o próprio Deus estabeleceu e determinou que o mundo funciona na base da lei das causas e efeitos. O mundo natural é regido por leis dentro deste princípío. Da mesma forma o mundo espiritual. Esperar efeitos (resultados) sem que se usem as causas (ações) que os produzem é zombar de Deus, conforme Paulo ensinou aos Gálatas: "De Deus não se zomba: aquilo que o homem semear, isto também ceifará" (Gal 6:7).
Quem quer ver sua igreja cheia de convertidos que amam a Deus tem que usar os meios para isto: evangelizar, ensinar, discipular, treinar e orar muito. Quem quer vencer o pecado tem que usar os meios para isto: mortificação, negar a si mesmo, fugir das ocasiões de tentação. Quem quer um casamento feliz tem que praticar o que a Bíblia diz quanto aos papéis do marido e da esposa.
Um milagre é quando o próprio Deus faz que os efeitos aconteçam sem o emprego das causas. Somente Ele pode fazer isto. E ele não nos ensina a viver na espera de milagres, mas sim a diariamente usar os meios corretos para se obter os fins desejados."


sábado, 20 de janeiro de 2018

História



“Os protagonistas desta história, ao registrarem suas memórias, conscientemente ou não, silenciavam outras histórias, ocultando lutas, diferenças.” (MATE, 2002, p. 76)


Pode inserir no presente e pode relacionar com este blog.