Pesquisar neste blog

Mostrando postagens com marcador Diário de um casamento. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Diário de um casamento. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Sogra e nora: esse relacionamento pode dar certo?


Hoje inicio uma nova série de textos aqui no blog que buscam edificação em assuntos da vida casada que necessitam  de tratamento do coração para que o casamento possa ter um fluxo que glorifique à Deus. 
Tenho ouvido muito de amigas que um problema recorrente na vida de casados são os relacionamentos entre noras e sogras, os motivos são os mais diversos possíveis, a sogra que não admite que em determinado momento errou na educação do filho e quando o que ele faz é positivo diz "eu que ensinei" e quando vê algo negativo diz "mas ele não fazia isso", "eu não ensinei isso", ou pior nunca admite erro nenhum do seu filho e culpa sempre sua nora pelos erros do seu filho, por exemplo, o filho tem uma responsabilidade e dever de dormir cedo, se ele dorme tarde a culpa não é dele, mas da nora que não foi dormir e por isso o coitado ficou acordado. Mesmo sem perceberem, essas sogras veem sempre a nora como inimigas, as vilãs, as erradas, e os filhos como bonzinhos, perfeitos, santos e coitados de terem casados com pessoas tão, tão pecadoras. 
Outro motivo, pode ser a disputa, ambas disputam a atenção dele que em verdade não está nem aí e simplesmente está vivendo rsrsrs
Imagem relacionadaOutro motivo, pode ser características que ambas não suportam, por exemplo, uma das duas não suporta falta de palavra, dívidas, soberba e a outra justamente mente, não é humilde e se acostumou a não pagar seus devedores. São esses e vários problemas que vão formando uma bola de neve porque em verdade a nora não escolheu a sogra, escolheu o filho dela que já é uma tarefa difícil, e a parentela veio junto.
Diante de tudo isso, fiquei pensando em como podemos pensar nesses conflitos à luz da palavra da verdade e voltei-me para o 1º livro que intitula-se com nome de mulher na bíblia: RUTE, o que será que diz esse livro?

A história se inicia, Noemi é casada ela era de Belém de Judá, mas morava em Moabe,  o marido morre, ela têm dois filhos, após um tempo (10 anos) os filhos se casam. 

1º ponto Noemi: ela poderia  ser a pior sogra de todas, pois o casamento para ela poderia significar perder novamente alguém, ela  havia perdido o marido e estava em uma terra sozinha.

Após algum tempo os filhos dela também morrem, Noemi decide voltar para Belém e levar consigo suas noras.


2º ponto Noemi: ela não abandona suas noras com as mortes dos filhos, com esse fato, ela poderia dizer, Graças á Deus, estou livre dessas "Mulheres" que só fizeram mal aos meus filhos, agora poderei enfim viver em paz, mas não, ela quer levá-las com ela. Dessa forma, constata-se que o vínculo entre Noemi e suas noras estava além dos filhos, quantas sogras você conhece assim? Eu conheço poucas, de verdade. A maioria que eu conheço o vínculo é obrigatoriamente por causa  do filho (a) se um vier a falecer, o vínculo se despedaça como cristal.


No caminho, Noemi pensa nas noras e pedem para elas retornarem para as suas mães. Noemi pede que o Senhor seja leal com elas como elas foram com os maridos.

3º ponto Noemi:  ela tinha empatia, que é a característica de se colocar no lugar do outro e sentir o que o outro sente. Noemi no caminho percebeu que as meninas sentiriam falta das mães, e ainda deseja segurança para elas em outro lar.
Após isso,  Noemi beija elas se despedindo.


4º ponto Noemi:  Noemi era carinhosa com as noras. Ela demonstrava afeto e desejava coisas boas e não estava fingindo, pois não tinha para quem fingir.

Nesse momento todas começaram a chorar.

5º ponto Noemi:  Noemi era amada, como não ser? Se trata as noras bem, deseja coisas boas, é carinhosa, como não ser amada por elas? Por isso, as meninas respondem que vão com ela. Após conversa, Orfa volta para sua mãe, mas Rute permanece e aqui temos o primeiro ponto de Rute.


1º ponto de Rute:  Rute era fiel e tinha palavra, eu admiro e tenho profundo sentimento por quem tem palavra, mas conheço poucas pessoas assim, desde pequena meus pais me ensinaram se eu falar uma coisa eu tenho que mover céus para cumprir, minha palavra tem que ser como um contrato registrado em cartório. Se eu falo que vou limpar a casa amanhã, eu posso estar febril, como já ocorreu, mas eu limpo, se eu prometo uma quantia em dinheiro para a minha mãe, eu posso estar irada com ela, mas eu dou o dinheiro que eu prometi, como também já ocorreu. Enfim, nesse ponto admiro demais Rute, ela disse que iria com Noemi e ela foi com Noemi, é claro que imprevistos ocorrem e muitas coisas fogem do nosso controle, mas se nos cabem fazer e cumprir com nossa palavra, devemos fazer, ou melhor, devemos orar antes de qualquer ação para Deus nos dar sabedoria para abrir a boca e falar o que será verdadeiro.

Noemi insiste novamente para Rute ficar, mencionando que não terá filhos para oferecer para ela, é nítido que Noemi queria Rute, mas tinha medo dela perder a vida, perder oportunidades. Noemi não era egoísta e demonstra novamente isso. Nesse momento em palavras, Rute demonstra que ama a sogra

2º ponto Rute:  Ela amava sua sogra, e então menciona com palavras


"Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus; Onde quer que morreres morrerei eu, e ali serei sepultada. Faça-me assim o Senhor, e outro tanto, se outra coisa que não seja a morte me separar de ti.
Rute 1:16,17

Que declaração mais linda não é mesma? É até confundida com declarações entre casais e é muito usada em casamentos. Mas não, foi usada com uma nora e uma sogra.


6º ponto Noemi:  ela se preocupava com a felicidade de Rute, você que é sogra se preocupa com a FELICIDADE ou INFELICIDADE da sua nora? Pensa bem. Com isso, ela dá dicas para como Noemi pedir Boaz, um homem rico em casamento, Rute confiava na sua sogra e segue as dicas.


7º ponto Noemi:  ela aconselha Rute, o que ocorre hoje, é que muitas sogras estão mais para receberem conselhos do que para dar conselhos. Certo dia, ouvi de um psicanalista que nem todo idoso é sábio, se a pessoa passou a vida toda fazendo burrices, por qual motivo será um idoso sábio?

Rute se casou com Boaz e todos viam como Rute amava Noemi e dizia para ela que ter a Rute era muito melhor do que sete filhos, e você? Quando as pessoas olham para o seu relacionamento com sua nora, o que pensam? Não tente mascarar, dizer para as pessoas "amo minhas noras", as pessoas percebem a realidade e elas lhe falariam desse amor se realmente existisse.
Na história, Rute engravidou  e Noemi ajudou no cuidado, o filho chamou Obede depois gerou Jessé depois gerou Davi, meu personagem preferido rsrs


Queridas, um relacionamento desse entre nora e sogra é mostrado na bíblia que pode se sobrepor até a um relacionamento de mãe e filha, pois Rute preferiu a sogra do que a mãe. Pode sim ser um relacionamento de flores, ao invés de espinhos. É claro que se isso ainda não ocorre será necessário esforço, oração e percepção de por qual motivo o relacionamento não é igual ao de Rute e Noemi.
O que não pode é ficar uma troca de espinhos, pois se gentileza gera gentileza, a falta de gentileza também gera falta de gentileza. Que o Senhor te auxilie a buscar a mudança necessária.

Na paz e graça do nosso Deus

quinta-feira, 2 de maio de 2019

Amor é...





Amor é um Fogo que Arde sem se Ver

Amor é um fogo que arde sem se ver; 
É ferida que dói, e não se sente; 
É um contentamento descontente; 
É dor que desatina sem doer. 

É um não querer mais que bem querer; 
É um andar solitário entre a gente; 
É nunca contentar-se e contente; 
É um cuidar que ganha em se perder; 

É querer estar preso por vontade; 
É servir a quem vence, o vencedor; 
É ter com quem nos mata, lealdade. 

Mas como causar pode seu favor 
Nos corações humanos amizade, 
Se tão contrário a si é o mesmo Amor? 

Luís Vaz de Camões, in "Sonetos" 


Você percebe que Camões está muito mais que certo quando escreve essas contradições do amor. Amor é contentamento, cheio de descontentamento e dor...

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Diário de um casamento: 7


Para finalizar o ano com chave de ouro, avancei e criei uma nova forma de escrever aqui no cantinho...Fiz cinco motivos para amar um Pedro Rsrs





segunda-feira, 5 de novembro de 2018

Diário de um casamento 5 e 6: doces

Eu posso dizer que nessa turbulência de intensidade me pego amando demais um ser humano, mais do que eu poderia imaginar...amando ao ponto de não me reconhecer. 
Hoje, venho postar o presente que ganhei no dia dos professores e em um dia comum, o primeiro abaixo, estava aqui na hora do almoço quando eu voltei do intervalo de um congresso da Unesp, almocei e depois de sobremesa tive esses deliciosos chocolates no dia 15/10/2018.




O abaixo, é um doce que gosto deeeeeeeeeeeeeemais, ele é o meu predileto e estava na geladeira quando cheguei de Adamantina, cidade em que fui na universidade ser banca avaliadora de trabalhos de alunos. Eu estava exausta, mas pude sorrir com esse gesto singular de amor!


quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Diário de um casamento 4: fala comigo?

Eu tenho trocentas coisas para contar aqui sobre casamento, mas algumas eu ainda estou digerindo e aprendendo a mastigar, engolir e soltar Rs. Posso adiantar que existe uma beleza no casamento demonstrada nos sinais diários e uma tensão demonstrada intensamente e fortemente, como um cabo de guerra em que hora você sente bem por estar vencendo e hora você perde o controle e cai no chão.
Resultado de imagem para dormir com amor
Uma dessas belezas me ocorreu nesta semana, todos os dias antes de dormir eu gosto de conversar com o Pedro, mesmo se eu tiver conversado demais durante o dia. Ás vezes peço que ele me conte algo e em 5 minutos eu durmo, outras vezes não, mas o fato é que ando precisada da voz dele.
Todos os dias deitamos como na imagem e então eu peço "Fale comigo...".
Ocorre que esses dias não pedi isso e simplesmente dormi, pois eu havia acordado às 5h. O Pedro também dormiu, mas sonhou que eu não parava de falar e falava com ele o tempo o todo, então após algumas horas ele dormindo me disse alto:" Aline fecha a boca e para de falar..." Eu acordei e disse "Ahh...não você me acordou, assim não conseguirei mais dormir..." Com essa minha fala ele também acordou e demos início ao ciclo rompido da noite...



"Pedro, fala comigo?"




Afinal, todo ciclo rompido precisa ser reestabelecido.

Diário de um casamento 3: pelo amor de Deus, eu amo você...Entretanto, eita, vish, ajuda Deus...


O texto abaixo é da Ruth Manus, recém casada ela iniciou postando sobre a beleza de ser casada e agora está nos textos que não são tão melados como o período inicial do casamento que tudo é mel Rs


Imagem relacionada
Eu amo você, mas tem dia que pelamordedeus



“Tem dia que eita nóis


Eu amo você.


Isso é fato notório e bem sabido



Amo- sem qualquer sombra de dúvida-



Amo, tranquila e simplesmente



Mas



(veja bem)



Tem dia que...



Dia em que



Só em nome de Jesus



Dia em que



Pela madrugada



Dia que



Pelamordedeus





Amo



– e isso está fora de questão-



Não duvido do que sinto



Não me pergunto se algo mudou



Nem mudo meu olhar



-afetuoso e viciado-



Mas suspiro profundamente



Porque, francamente,



Tem dia em que



Mano



Tem dia em que



Cara



Tem dia em que



Rapaz



Tem dia em que



Meu



Jesus



Amado





Não chego a querer partir



Nem a ter meu peito contaminado



Por sentimentos pouco nobres



Ou por qualquer indício de raiva



Ou de fumaça cinza



Mas te olho



(confesso)



E penso coisas complexas



Como



Eita



Como



Vixe



Como



Nuó



Como



Ajuda Deus





Sim, eu amo você



E espero que você me ame



Nessa mesma medida



E com essa mesma resistência



A uma série de coisas



Tipo



Caramba



Gente



Pra que isso?



Tipo



Qual a necessidade?



Tipo



Apenas pare



Apenas



Porque eu sei



Que -por sorte-



Também sou



Seu eita nóis



Seu vixe maria



Seu pelamordedeus



Infernal e amado



De todo santo dia”




Eu amo você, mas tem dia que pelo amor de Deus decido amar de novo! Amo você mesmo pensando que só pelo nome Jesus, que eita nós e caramba que complexidade...

Comida de mãe


Só porque eu chorei lendo...

"Naquela casa a comida tem um sabor melhor. Não importa qual seja o prato, arroz e feijão ou um risoto complicado, é sempre melhor. E mesmo que você siga a mesma receita na sua casa, o de lá segue sendo melhor. E mesmo que você leve o resto numa marmita, na sua casa o sabor não será o mesmo. Não tem explicação. Ou tem: o sabor é o da casa, nem tanto o da comida."

RM


Resultado de imagem para comida de mãe

domingo, 10 de junho de 2018

Diário de um casamento 2: vida doméstica


Tenho sentido muita falta de poder compartilhar algumas coisas aqui com vocês sobre o casamento, mas a vida acadêmica, a vida de casada, o trabalho, as visitas a mãe e a sogra não tem possibilitado isso rs Tenho feito três disciplinas na UNESP e com isso tenho muuuuuuuuuuitas leituras e trabalhos para fazer, além do projeto de pesquisa e das aventuras que tenho tido, como a oportunidade de ministrar minicursos e aulas em cursos de graduação e as escritas de capítulos de livros e artigos científicos.

Vida acadêmica a parte, hoje, queria tratar de casamento. Algo que fez muito bem para mim e o Pedro foi o curso de noivos que fizemos antes de casar, o denominado ONE


Resultado de imagem para curso one de noivos



Nesse curso tivemos a oportunidade de discutir vários  assuntos e um deles foi a vida doméstica, lembro-me de um sábado à noite o Pedro e eu com a apostilado curso  na mão tratando do tema e chegando a conclusão que dividiríamos essas funções.
Hoje, após 1 ano e meio de casados, posso dizer que isso deu muito e muito certo. Temos um quadro de rotina com as nossas funções que com o tempo foi se alterando, mas o bom é que sempre tudo é dividido e ninguém culpa o outro por aquilo, afinal tudo aqui de casa é de todos.
Fazer comida, limpar casa, lavar roupa e etc., tudo é feito em parceria...Com o tempo temos descobrido que podemos ceder espaço para o outro, por exemplo, eu prefiro limpar a casa sozinha (algumas vezes o Pedro faz junto comigo), então quando limpo a casa ele vai ao mercado e faz compra; ou lava a louça, limpa o fogão e lava a roupa.
Sinto-me satisfeita nessa vida doméstica que tem tomado um tempão nosso, mas não tem sido fardo para ninguém. O Pedro gosta de cozinhar e possui atributos para isso, então os almoços e as comidas dos finais de semana (quando comemos) é dele, a janta é minha, pois ele precisa que tudo esteja pronto para ir à faculdade, enfim, esses são alguns exemplos de como temos nos adequado.


Diante disso, com esse post quero mostrar que os tempos mudaram e as rotinas dos casais também, assim, não há problemas em adequarem e dividirem tarefas, mas para não chocar é bom que se converse no  noivado o que se espera do outro nesse quesito, vai que a mulher se casa achando que irá dividir e o homem se casa achando que somente irá receber. Nada é mais frutífero que o velho e bom diálogo. Dialogando eu posso dizer que nesse quesito, meu Henrique está se saindo melhor que o esperado e posso agradecer a Deus por isso...


e assim cuidamos um do outro em PARCERIA!







sábado, 31 de março de 2018

Característica necessária para um casamento


Quem sou eu para dar dicas de casamento sendo tão inexperiente?

Resultado de imagem para perdãoMesmo pequenina vou tentar um pouquinho rsrs com base no que vivi, percebi que uma boa qualidade a se esperar em alguém que você vai casar é o perdão, nós somos seres pecadores e errantes...O que significa que para conviver com você, essa pessoa terá que te perdoar várias vezes e nada mais fácil do que ela já tenha desenvolvido essa habilidade cristã.

Então, se está namorando, noiva ou a espera de um futuro "homem da sua existência" rs observe como ele lida com as situações em que tem que liberar o perdão, observe também como lida com a família e como lidou quando você precisou do perdão dele. Porque vai por mim, você irá precisar milhões de vezes rs.


Resultado de imagem para perdão no casamento


Uma boa dica é perceber quando estiver magoado se ele trará a tona o perdão que te liberou há aaaaaaaaaaanos. Se ele fizer isso, pondere e examine se vale mesmo a pena prosseguir. 

No namoro e no noivado temos a capacidade de amenizar os defeitos e enxergar com mais ênfase as qualidades, mas no casamento essa ordem de percepção se inverte. Então, acredite, você precisa de alguém que perdoe.


Ele pode até ser um príncipe, todo romântico e maravilhoso, mas se ele não sabe perdoar, ele vai mudar isso no primeiro ano de casado, tudo porque o seu coração será endurecido com a mágoa ao invés do perdão. Além disso, ele se apoiará em todos os seus erros para justificar a mudança de comportamento dele e nem culpa ele vai sentir por ter se tornado um sapo esbugalhado.

Alguém que sabe perdoar entendeu que disse sim a um pecador e entendeu também que o casamento é um ministério que nos tornam melhores e as atitudes dessa pessoa estará para além de toda a mágoa. Será um exercício diário, mas tentará agradar o outro, independente do pecado do outro.


Não é por merecimento que amamos ou demonstramos amor, mas é por entendermos que Cristo nos amou primeiro e que quando nos casamos devemos fazer a nossa carne feliz, mesmo que por vezes essa outra parte de nós tenha nos ferido.






Procure alguém que perdoe mais que 70x7! Isso é fundamental em um casamento feliz...

domingo, 24 de setembro de 2017

Pre Wedding - Sobre as redes sociais



Olá queridos, hoje, venho compartilhar com vocês as fotos minha e do Pedro tiradas antes do casamento escolhemos dois lugares para isso, uma fazenda floresta por representar a natureza e a criação de Deus e uma biblioteca da universidade que estudamos, por representar uma parte de nós.









Pensando no vídeo acima feito com imagens, eu lembrei de uma decisão que o Pedro e eu tomamos a partir da cerimônia do casamento  até o fim da lua de mel.
Decidimos que não entraríamos nas nossas redes sociais e nos curtiríamos ao máximo, pois havíamos visto muitos casais que se casavam e na manhã após o casamento estavam atualizando status, curtindo fotos, comentando e etc.
Meeeeu Deus, o Pedro e eu queríamos viver com intensidade a sensação de acordar agarradinho, de conversar até às 5h deitados um ao lado do outro, de se beijar depois de tanto tempo, de planejar o que faria, de ficar somente deitado, de comer juntos e de repetir que éramos casados! Foi bom demais e recomendo aos novos casais que em momentos a dois esqueçam as redes sociais, pelo menos durante a lua de mel e datas marcantes do casal!

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Amor de mãe

Para inspiração: é em um gesto simples de rotina que percebemos o admirável cuidado e amor de uma mãe.

Ligo para a minha e pergunto sobre o primeiro couve-flor comprado, após alguns dias na geladeira ela me instrui a jogá-lo! No telefone lamento e solto um "mas eu estava querendo tanto comer couve-flor..."
No dia seguinte, ela me surpreende, liga para o Pedro e pede para ele ir até ela buscar o couve-flor preparado e ainda completa "ela estava com vontade, está pronto...é só chegar e comer".

Um pequeno gesto, mas uma grande lembrança de cuidado e amor. Sem dúvida foi o melhor couve-flor que eu comi :)

terça-feira, 16 de maio de 2017

Casamento: um testemunho

 Tenho passado por tanta coisa, vivido tanta coisa nova em tão pouco tempo disponível que não me sobra espaço para estar aqui, é claro que me faz falta e nesse viver muito vai se perdendo por não estar registrado aqui da maneira que deveria. Hoje, começo esse post simplesmente para matar a vontade de escrever, todavia, de fato eu não sei o que terei dito ao final.
Esse blog está relacionado com o esperar pelo que Deus tinha para mim, contei aqui alguns detalhes do casamento, mas nada aprofundado. Vamos ver se consigo dizer um pouco mais rsrs
Quando o Pedro me pediu em casamento eu tinha a convicção de que Deus prepararia tudo, no início não queríamos fazer nada, depois começamos a pensar que se queríamos que nosso casamento fosse uma espécie de culto e se assim concluímos que seria necessário servir algo para os convidados. As pessoas vão nos casamento com a expectativa mínima de que após haverá uma confraternização, um momento para alimentação e encontro de amigos.
Então decidimos que serviríamos um jantar, tudo foi milimetricamente pensado da seguinte forma:
 
 
 
 
"O que Jesus faria?"
"Jesus estaria nesse casamento?"
 
 
 
 
Se a resposta fosse não, tirávamos do nosso casamento e assim fomos prosseguindo, decidimos que somente haveria músicas cristãs no casamento, que não haveria DJ e nem balada, somente um jantar com música ambiente.
Tudo era muito caro, mas tivemos dois anos para nos preparar e Deus abençoou de uma forma sobrenatural, eu passei em um concurso e com isso dobrei minha renda, meus pais ajudaram além do que eu imaginava pagando foto, filmagem e o meu vestido, meus sogros também ajudaram e assim fomos caminhando.
Fechamos tudo que sempre sonhamos e que nunca achamos que conseguiríamos, a chácara dos sonhos, o buffet ótimo, a decoradora dos sonhos, o vestido lindo e ainda primeiro aluguel.
É claro que cada detalhe desse daria um post diferente como já fiz do vestido rsrs. Ahhhh e para completar tudo isso, ganhamos uma noite no hotel que era perfeito o Sun Valley, que é claro eu também achava que não poderia, no outro dia fomos para a lua de mel no nosso paraíso que era a nossa cara e se chama Tayayá.
Enfim, tivemos tudo do melhor de uma maneira que nunca sonhávamos, ganhamos muitos, muitos, muitos presentes. No nosso site de casamento os presentes totalizaram 3.500, 00 e ganhamos 4 mil no dia do casamento contando com a gravata e sapato e fora isso ganhamos tv, painel, sofá, geladeira, armário, mesa, mesa de escritório, fogão, microondas, depurador, home theater, blue ray, cama, mais valores em dinheiro, vários eletrodomésticos e muito muito mais.
Nos sentimentos tão, tão abençoados que valeu a pena esperar no Senhor e viver para ele esse dia e quando achávamos que estava tudo completo o Senhor nos deu dois lugares para morar e a possibilidade de reformar e planejar o nosso canto.
Com esse post que contei detalhes, quero encorajar vocês a terem um relacionamento que agradem a Deus, eu optei por esperar o Pedro e o encontrando nós optamos por esperar que nos beijássemos no altar e em meio a isso Deus fez por nós o que não merecíamos, ele fez o que era vontade, mas que nem ousávamos pedir por achar muito, muito distante.
Deus me deu tudo que eu queria e além do que eu pensava que podia querer, Deus é maravilhoso e hoje desfruto do seu cuidado de uma forma grata.
 
 
Olhar para o início e ver onde o Pedro e eu chegamos, é lembrar que existe um Deus de amor e misericórdia que me ama e que cuida de cada detalhe da minha vida.
 
 
 
 

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Diário de um casamento: 1

A cena foi linda de se ver, há tempos que não tinha um pesadelo, desses em que você acorda e uma vozinha na sua mente sussurra "Calma Aline foi só um sonho". Pois então, eu tive um desses o próprio medo me acordou e então eu estava lá, 5 horas da madrugada quando o Pedro me perguntou o que havia ocorrido, eu disse que havia tido um pesadelo e sem dizer uma palavra ele me abraçou e colocou minha cabeça em seu peito...horas depois acordamos de fato  e então eu perguntei como ele sabia que algo estava errado ele me disse:


"Você respirou mais forte"

Resultado de imagem para dormindo em casal