Pesquisar neste blog

sábado, 9 de agosto de 2014

A juventude e a pureza



"1 Timóteo: 4. 12. Ninguém menospreze o fato de seres jovem, mas procura ser exemplo para os fiéis, na palavra, no comportamento, no amor, na fé e na pureza. 13. Enquanto aguardas a minha chegada, aplica-te à leitura, à exortação e ao ensino. 14. Não deixes de desenvolver o dom que há em ti, que te foi outorgado por mensagem profética, com imposição de mãos por parte dos presbíteros. - Bíblia KJA Offline"




Os versículos acima nos traz ensinamentos difíceis de serem praticados não é mesmo? Timóteo era jovem, mas Paulo ensina que isso por si não deve ser motivo de menosprezo dos outros perante a missão de Timóteo que é chamado por ele de "verdadeiro filho na fé".  Sobre a missão de Timóteo, no primeiro livro (TM) 1:3, temos Paulo dizendo:

"Conforme te solicitei, quando partia para Macedônia, permanece em Éfeso para advertires a certas pessoas que não mais ensinem doutrinas falsas [...]"


O objetivo disso, era que fosse propagado a obra de Deus, conforme vemos nos versículos seguintes. Timóteo deveria ser exemplo para os fiéis, ele deveria ser puro, ao pensar na pureza automaticamente me remeto a água, como na imagem acima, a água quando é pura é transparente e atrai pessoas, uma água pura é boa para beber, preparar alimentos, se banhar, nadar e admirar entretanto a água poluída causa afastamento. 





Em relação ao ser puro, em 2 Timóteo 2: 15 Paulo o orienta  a "[...] apresentar-se aprovado diante de Deus, como obreiro que não tem do que se envergonhar e que maneja corretamente a Palavra da verdade." Ou seja, ele deveria procurar se apresentar puro diante de Deus. É comum ouvirmos jovens dizendo "Ah, eu sou jovem, é normal eu fazer isso", ou "Tenho que aproveitar minha juventude", isso comumente são dizeres para justificar a falta de pureza e de exemplo na fé e no comportamento. 
Entretanto, Paulo nos ensina que o fato de sermos jovens não é condição para não sermos exemplos. Devemos ser exemplo justamente porque somos jovens, um adulto ou idoso que renuncia as coisas que desagrada a Deus não causa tanto efeito já percebeu? Porém um jovem que diz não e declara que nunca foi em balada, que renuncia relacionamentos amorosos repentinos e passareiros e dentre outras coisas, causa estranhamento e a pergunta mais comum de se ouvir é: "Mas por que você fez isso?"
Muitas vezes enquanto eu fazia Pedagogia, muitas pessoas chegaram até mim e me perguntaram por que eu nunca havia ido em nenhuma festa da faculdade e a minha resposta era sempre a mesma:

"Por que você vai à essas festas?"


As respostas comuns eram sempre relacionadas a: "Para me sentir bem", "Para me divertir", "Para ser feliz" ou "Para encontrar com amigos" e então eu respondia:


"Eu tenho tudo isso sem precisar ir à essas festas"


Nesse momento  a maioria das pessoas se calavam e muitas paravam para pensar. Jovens, minha pergunta para nós hoje é:

Por que não buscamos a pureza, não buscamos ser exemplos na fé e no comportamento? O que tem tomado espaço dessas coisas? Uma lei científica nos ensina que dois corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço, para dar lugar a pureza é necessário que tiremos o que não é puro.
Eu te convido hoje e me incluo nesse convite a fazer com que essa palavra se mova, nos lembre e nos faça buscar sermos exemplos nos nossos comportamentos, buscarmos aquilo que nos aproxima da pureza e renunciarmos aquilo que nos distancia, busquemos a transparência, busquemos aquilo que atrai e não o que afasta!





3 comentários:

  1. Excelente texto amor, a pureza é indispensável na vida de um cristão e um requisito mínimo para quem quer viver de modo agradável a Deus.
    Gostei muito do texto! ;)

    ResponderExcluir
  2. Meu professor dizendo que gostou, fico mais aliviada ;)

    ResponderExcluir